Sábado, 21 de Abril de 2007

Entrevista: Juliana Paes!

Juliana Paes é daquelas que deixa todo mundo babando. Não apenas por suas atribuições físicas – a actriz já foi considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo –, mas também por seu jeito simples e bem-humorado de encarar a vida. “Não tenho a menor dificuldade em abrir logo um sorriso. Gosto de levar a vida com humor, com meu jeito meio moleca”, diz Juliana. No ar como a doce Guinevere na novela “Pé na Jaca”, a actriz encarou o desafio de viver sua primeira protagonista. Também foi na trama de Carlos Lombardi que ela interpretou o personagem com quem mais se identificou. “A Gui é responsável, gosta de ajudar as pessoas que ama e é muito mãezona. Eu também sou assim e me dedico mesmo às pessoas que gosto”. Com tanto sucesso por aqui, Juliana pensa alto. Depois de ter sido eleita pela revista 'People' uma das personalidades mais belas do planeta, a actriz chamou a atenção de agentes internacionais. Mas ela prefere não fazer planos. “Estou muito feliz com a minha trajetória aqui no Brasil. Por isso, não crio expectativas, pois elas são meio passo para a frustração”, afirma. O sonho de trabalhar no exterior só seria deixado de lado por uma causa nobre: a maternidade. “Minha vontade de ser mãe vem de muito tempo. Tenho um instinto maternal grande. Penso muito nisso. Esse ano não dá, mas quem sabe ano que vem”, planeja a actriz, que namora o empresário Carlos Eduardo Baptista. Em entrevista, Juliana fala sobre carreira, sonhos e projetos.


img133/8052/juliana20paes20001dib4.jpg


  A novela 'Pé na Jaca' está na recta final. Qual o balanço que você faz do seu personagem, a doce Guinevere?
Agora vai rolar o grande pulo dos personagens. A Gui está dividia entre o amor do Lance, que veio da amizade deles, e o amor do Arthur, que é um cara engraçado, divertido e que a ajudou logo depois que o marido morreu. As pessoas torcem muito por ela. A Gui é um personagem maravilhoso. Tive a chance de ter cenas maravilhosas. Vivi muito drama, apesar da trama ser comédia e fugir um pouco da realidade óbvia. É muito bom interpretar a mocinha, a heroína romântica.


  Você se identifica com a Gui?
Ela é totalmente diferente de todos os outros personagem que já fiz. A Gui é mais séria, responsável, tem filhos, ideais, valores e dignidade. Posso dizer que é o personagem que mais se aproxima de mim. Bem-humorada mas ao mesmo tempo muito responsável. A característica mais parecida comigo é que ela é muito mãezona, cuida das pessoas que estão em volta dela. Sou muito assim com minha família, com meus amigos. Gosto de ser útil às pessoas que me cercam e a Gui também é assim.


  Você se descobriu na comédia?
Todos os meus personagens sempre tiveram um lado cômico, acho que pelo meu jeito de ser. Mas a comédia se faz a sério. Ela não está na careta, mas nas situações.

  Na trama você viveu sua primeira protagonista. Como foi encarar esse desafio?
Medimos essas coisas pelo elenco, directores, autor e pelas críticas. Recebi um recado do Carlos Lombardi supercarinhoso, falando que ficou muito feliz com minha a participação e que não conseguia ver outra pessoa fazendo a Gui. As pessoas gostam muito do personagem, até as crianças. Às vezes eu vejo elas no meu playground querendo brincar de ser a Gui. Sempre tive uma grande ligação com o público infantil, talvez por causa do meu jeito moleca. Brinco muito, dou risada, falo alto (risos). As crianças se identificam com isso.


  Toda essa vivência com os actores mirins na novela aguçou ainda mais o seu desejo de ser mãe?
Separo muito bem essa coisa de novela e vida real. Não levo personagem para casa. Minha vontade de ser mãe existe há muito tempo. Tenho um grande instinto maternal e isso já nasce com a pessoa. É um assunto que eu tenho pensado, mas não sei ainda para quando. As pessoas ficam especulando sobre a minha possível carreira internacional. Mas esse não é meu dilema. Penso em jogar isso para o alto em função de ser mãe. O término da novela vai ser um momento de reflexão para mim. Esse ano não dá, mas quem sabe ano que vem.


  Então você ainda não pensa em seguir carreira internacional?
Na verdade não crio expectativas. Tinha um amigo morando em Los Angeles e fui passar um tempo lá, de férias com meu namorado. Acabei conhecendo um agente por meio desse amigo. Ele me convidou para fazer um teste em Hollywood e eu topei. Mandei esse teste para lá e não recebi resposta ainda. Não sei se quero isso mesmo e não crio expectativas, pois elas são meio caminho para a frustração. Gosto muito de trabalhar no Brasil. Estou muito feliz com a minha trajetória como actriz. Também não sei se consigo deixar a minha família aqui. Só o futuro vai dizer.


  Com o fim de ‘Pé na Jaca’, quais são seus próximos projectos?
Quero descansar, dar uma viajada. Devo ir para a Europa, mas ainda não defini o roteiro. Depois tenho um projecto de teatro, a peça “Dona Flor e seus dois maridos”. Mas isso só deve acontecer lá para setembro. Agora preciso mesmo é descansar. Nunca trabalhei tanto em toda a minha vida. Gravo de segunda a sábado. Estou sendo muito solicitada na novela (risos). Mas isso é muito bom, tenho recebido muitos elogios.

  É difícil manter a privacidade sendo uma actriz de sucesso?
O facto de eu ser caseira e muito família ajuda. Gosto de ficar em casa, tanto com meu namorado quanto com a minha mãe. Por causa desse apelo sensual que me envolve, parece que existe uma vontade grande de querer me expor, mas não alimento isso. Sua conduta fala por você. As pessoas sabem e vêem como você é. Até para ir à praia eu tomo cuidado (risos). Vou aos cinemas nos dias de semana porque é mais vazio. Me preservo, é uma questão de postura. Meu relacionamento com a imprensa é um exercício de consciência. Não me sinto uma actriz invadida.


  Você também não é muito namoradeira, não é?
Sempre tive relacionamentos longos, o que não cria a expectativa de saber com quem estou. Todos sempre sabem (risos). Sou expansiva, desinibida e o Carlos é mais na dele, mais reservado. Ele que me puxa um pouquinho quando fico um tom acima. É uma balança, e como casal acho que a gente está equilibrado. Saímos bastante, mas temos nossos cantinhos prediletos escolhidos. Prefiro mil vezes fazer uma reunião na casa de uma galera do que ir para boates, por exemplo. Eu e o Dudu temos um relacionamento muito bom, moderno. Dormimos juntos todos os dias, mas cada um tem a sua casa.

  Então não pensa em casamento?
Acho o ritual muito bonito, interessante. Reunir pessoas que você ama e mostrar a elas a pessoa com quem você vai ficar. É como se você buscasse aprovação e bênção das pessoas que você ama. Mas isso não precisa ser feito necessariamente na igreja, com padre e tudo mais. Até porque eu não sou católica. Gostaria de fazer uma reunião com as pessoas que amo e me amam. Não precisa de papel passado, essas coisas não são importantes para mim.


  Você é muito bem-humorada. O que te tira do sério?
Falta de educação me tira a paciência. Também tenho muito medo de ficar doente. Por isso me cuido pra caramba, tomo muitas vitaminas.

  Além de cuidar da saúde, que cuidados toma para manter a boa forma?

Na verdade, não me acho a boa (risos). Tudo está ligado ao meu bom humor. Ninguém acha alguém sexy e bonito mal-humorado. Sempre mantenho o bom humor e a espontaneidade. Não garanto que vou estar sempre malhada, mas bem-humorada com certeza (risos). No momento, estou zero de atividades físicas, até porque não tenho tempo para isso. Estou apenas me cuidando com a dieta ortomolecular, com o acompanhamento médico de sempre.


 

fonte: ego

publicado por . às 21:38
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Perola & Granito a 21 de Abril de 2007 às 21:50
Bom fim de semana.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Último Post: E o final fo...

. Resultado da Votação!

. Fotos de Deborah Secco!

. Final de Pé na Jaca!

. Entrevista: Murilo Benici...

. Rodrigo Lombardi já escol...

. Murilo Benício abre casa ...

. Deborah Secco em "Paraiso...

. Fernanda Lima vai substit...

. Deborah Secco vai partici...

.arquivos

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds